sábado, 6 de agosto de 2016

Limitações de uma Turing Machine e suas implicações mesmo para humanos

 
Apesar da forma como a máquina de Turing foi considerada o modelo teórico dos computadores, acredito que nenhum modelo de pensamento possível consegue ultrapassá-la.
Acredito que todo o nosso pensamento está num cérebro e não noutra coisa qualquer.
O nosso cérebro é físico e com isso vêm todos os problemas associados a isso. Tanto os computadores como os nossos cérebro são governados pelas leis da física quântica (o universo é quântico), que determinam o comportamento da química, da física clássica e do electromagnetismo. Há equações da física que podem ser simuladas num computador.
Nenhuma máquina teórica (seja autómatos ou o que for) ou máquina real conseguiram ultrapassar a máquina de Turing.
Algo que esclarece as diferenças entre nós e os computadores é uma prova considerada por muitos de que os computadores podem falar como humanos: uma boneca virtual que engana pedófilos.
Se as limitações típicas do computador algum dia poderão aplicar-se a nós, então isso significa que os nível de desenvolvimento de software haverão graves problemas um dia?
Quando ocorrerão? Ninguém sabe! Talvez 100 anos. Qual o motivo dessa data? Por causa daqui a 40 pode haver um computador acessível mais potente que toda a raça humana. Qual o motivo de ainda não acontecer? Nós seres humanos somos muito mais complexos, quer ao nível da informação, ou a nível organizacional, ou por comunicam ou por hardware que um computador actual. Qual o motivo dessa data não ser mais cedo? Apesar de poder haver já computadores (são de grande porte) tão potentes como o cérebro humano, nós programadores beneficiamos ainda das vantagens conhecidas de modelos e técnicas próprias para organizar código ou que nos permitam ter uma boa noção de todo o seu funcionamento. Enquanto isso for possível não haverá problema.
Outro problema que tem a ver com ambientes não controlados ou capacidades de algoritmos é a adaptabilidade e flexibilidade criadas para um robot, ao qual não temos controlo. Mesmo para uma pessoa pode ser difícil ou impossível saber se uma dada situação vai ou não acabar. Um jogo tem a vantagem e ao mesmo tempo a desvantagem de ser um ambiente controlado que apesar disso ajuda a lidar com o nosso mundo, mas quanto ao nosso mundo nem sempre conseguimos o seu controlo absoluto. Isto que estou a dizer dá para entender que os EUA com a NSA ou muitas mais organizações nunca conseguirão controlar o mundo por completo, mas se o mundo fosse um jogo talvez.
Ao nível do bloqueio dos avanços científicos e do conhecimento que eventualmente possa fazer-nos falta até quando estaremos à espera da validação de uma fórmula matemática? Para um cientista não pode ser uma desculpa válida. O maior problema associado ao bloqueio dos avanços é de que forma estaremos dependentes das máquinas e o problema dessa dependência, ou qual será o valor desse impacto?
Um dia as limitações dos computadores irão evidenciar-se nos seres humanos por mais complexos que nós seres humanos formos.
Ao menos com os computadores conseguimos fazer muitas coisas de que de outra maneira seria impossível.

Sem comentários:

Enviar um comentário